sábado, 14 de maio de 2011

Oráculos

Oráculos eram os locais onde as pessoas buscavam respostas divinas a cerca do futuro. É também o nome dado a respostas de deuses decifradas pelos sacerdotes. Os principais oráculos são: 

Oráculo de Júpiter: É o mais antigo oráculo grego que teve repercussão até a época do cristianismo. Localizava-se em Dódona – Épiro e era dedicado a Zeus. Surgiu quando uma das sacerdotisas raptadas em Tebas pelos fenícios foi vendida a Dódona e chegando lá fundou o oráculo. Zeus se comunicava por meio da natureza e era interpretado pelos sacerdotes. Segundo Homero, seus sacerdotes andavam descalços, não lavavam os pés e dormiam no chão. 

Oráculo de Apolo: Era o oráculo grego mais famoso que se localizava em Parnaso-Delfos. Surgiu quando um pastor, que tinha seus animais mortos por um vapor que saía de uma fenda da montanha de Parnaso, decidiu experimentá-lo. Ao se aproximar, expirou o gás e começou a ter convulsões. Como os moradores da região não entendiam sua fala convulsiva, diziam que era inspiração divina. Sobre este local foi erguido o oráculo. 
Foi atribuído a vários deuses, mas determinou Apolo como único. Para receber as inspirações divinas, elegeram a sacerdotisa Pitonisa que inalava os vapores e falava palavras que eram interpretadas pelos sacerdotes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário